Jorge Vianna acionar sindicato sobre fornecimentos de EPI aos vigilantes

29

Medida tem por finalidade cobrar distribuição de Equipamentos de Proteção Individual para impedir contaminação de vigilantes com coronavírus

Por Kleber Karpov

No sábado (21/Mar), o deputado distrital, Jorge Vianna (Podemos), acionou o Sindicato dos Vigilantes do DF (Sindesv-DF), para relatar denúncia de profissionais de vigilância e pedir atuação de entidade sindical para garantir fornecimento de Equipamento de Proteção Individual (EPI) aos vigilantes que trabalham em agências bancarias da Caixa Econômica Federal (CEF).

De acordo com ofício encaminhado ao Sindesv-DF, o deputado apontou o descumprimento do Decreto 40.539, de 19 de março de 2020, editado pelo governador do DF, Ibaneis Rocha (MDB), por parte de empresa que presta serviço à CEF.  Vianna lembrou o risco de contágio dos vigilantes ao coronavírus (Covid-19), e recomendou ao Sindicato, que adote medidas para se fazer cumprir os direitos da categoria.

“É importante que todas sociedade brasiliense se mobilize em relação a garantir a segurança e proteção das pessoas que precisem trabalhar, durante esse momento de contenção da disseminação do coronavírus. E com elas, entidades, a exemplo dos sindicatos, que podem intervir junto as empresas, no sentido de garantir a proteção de seus representados, têm um papel importantíssimo.”, disse Vianna, ao lembrar que “é obrigatoriedade das empresas de vigilância, fornecer EPIs aos seus funcionários.”, concluiu.