Jorge Vianna repudia agressões a profissionais de enfermagem na Praça dos Três Poderes

426

Os profissionais de saúde, realizavam uma manifestação silenciosa, em frente ao Palácio do Planalto, quando foram abordados por um grupo de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro

Por Kleber Karpov

Nesta sexta-feira (1o/Mai), Dia do Trabalhador, o deputado distrital, Jorge Vianna (Podemos) se manifestou na rede social, Facebook, para condenar as agressões sofridas por profissionais de enfermagem, na Praça dos Três Poderes, durante manifestação pacífica. Na ocasião, os profissionais de saúde realizavam um ato simbólico, e silencioso, em homenagem às vítimas do coronavírus (Covid-19), de todo país.

Na postagem no Facebook, Vianna condenou a ação hostil dos apoiadores do presidente e ponderou que “O emprego da força e da ameaça são as armas da ignorância de quem não tem argumento, ou que estão TERRIVELMENTE cegos pela imagem da divindade personalizada em um “líder” humano.”.

Vianna, que é egresso da enfermagem, também defendeu o ato realizado pelos profissionais de enfermagem. Sobretudo por fazerem parte essencial da luta contra a Covid-19, e estarem entre as principais vítimas da pandemia.

“A enfermagem está apenas mostrando sua dor, e se tem pessoas com coragem de agredir esses profissionais indefesos, são com certeza, pessoas totalmente ALIENADAS e desalmadas, porque só os fanáticos que não estão vendo que nossos profissionais estão morrendo no combate, principalmente, por não terem EPIs adequados. Nos Estados Unidos, os heróis de guerra são homenageados no seu enterro, aqui os nossos heróis nem enterro digno tem direito, e ainda são culpados pela sua própria morte.”, frisou Vianna.

O deputado também lembrou que “Fazer uma manifestação pacífica é um direito de todos, e ninguém tem o direito de humilhar ou agredir o outro, principalmente, mulher.”. Além de ressaltar que

Confira a postagem na íntegra: