Jorge Vianna convida população à participar de audiência pública, na quinta (29), para debater Plano Plurianual da Educação

82
Foto: Carlos Henrique

Deputado quer colher demandas para inclusão do PPA da Educação do quadriênio 2020/2023

Por Kleber Karpov

A Comissão de Educação de Educação, Saúde e Cultura (CESC), da Câmara Legislativa do DF (CLDF), deve realizar, as 9h de quinta-feira (20), a audiência pública para debater o Plano Plurianual (PPA) da Educação. Presidente da CESC, o deputado distrital, Jorge Vianna (Podemos), convida a população, servidores públicos, membros de conselhos e demais interessados em participar da discussão.

Enquanto presidente da CESC, Vianna recentemente inovou, ao se antecipar, na discussão do PPA da Saúde junto a comunidade. “Na Saúde, Educação, Segurança e demais segmentos geridos pelo governo, a principal interessada é a população. Então, se o governo encaminha para a Câmara Legislativa, um projeto de planejamento das política pública a serem executadas, ao longo dos próximos quatro anos, e não ouvimos essas pessoas, corremos o risco de ignorar prioridades e necessidades importantes para elas.”, disse Vianna.

Convite

Nesse contexto, o parlamentar, que inovou ao realizar audiência pública para discutir do PPA da Saúde, em 16 de agosto, também deve ouvir profissionais, gestores e a comunidade, em relação a Educação, de modo que possam contribuir com sugestões demandas a serem encaminhadas ao Executivo para implementação ao Plano Plurianual.

“É importante que professores, estudantes, concursados, conselheiros, enfim, todos ligados de alguma forma a Educação, possam vir e apresentar sugestões de melhorias. Demandas essas que vamos encaminhar ao Executivo e, em setembro, com isso esperamos que o texto consolidado do governo, para ser apreciado pela Câmara Legislativa, já venha contemplando esses pleitos previamente discutidos.”, ponderou Vianna.

Serviço:

Discussão do Plano Plurianual da Educação

Quando: Quinta-feira (29/08/2019)

Horário: 9 horas

Local: Plenário da Câmara Legislativa do DF