Nomeações de professores são bem-vindas e fortalece serviço público no DF, aponta Jorge Vianna

354

Em 2019, Vianna realizou audiência-pública pela Comissão de Educação, Saúde e Cultura, em que cobrou prioridade de nomeações de professores concursados

Por Kleber Karpov

Nesta terça-feira (3), o deputado distrital, Jorge Vianna (Podemos), se manifestou sobre o anúncio, por parte do GDF, da nomeação de 821 professores para a rede pública de ensino do DF. Vianna avaliou positivamente o posicionamento do GDF, dado o déficit de mais de 1.200 professores nas escolas públicas do DF.

O deputado lembra que, em 2019, a Secretaria de Estado de Educação do DF (SEDF), contabilizava com um déficit de mais de 1.200 professores. Número esse que, em 2020, poderia chegar a 4.200, dado projeções realizadas pelo governo, naquele ano. Dado esse decorrente da aposentadoria de cerca de 3.000 educadores na rede pública de ensino.

“Fico feliz com esse anúncio que deve ser realizado pelo secretário de Educação, João Pedro Ferraz, ainda nessa semana, que acontece em uma boa hora, pois estamos no início do ano letivo, e é muito bem-vindo. Ainda não resolve em definitivo, o déficit de professores na rede pública, mas o governo sinaliza a preocupação do governo em começar a resolver o problema, além de fortalecer o funcionalismo público no DF, ao realizar a nomeação de servidores públicos concursados.”, disse Vianna.

Cobrança

Vianna lembra que, em agosto de 2019, enquanto presidente da Comissão de Educação, Saúde e Cultura (CESC), da Câmara Legislativa do DF (CLDF), o parlamentar realizou audiência pública para debater os investimentos em Educação previstos no Plano Plurianual (PPA) 2020/2023. Na ocasião, o deputado questionou a quantidade de contratos temporários, dado a quantidade de concursados que aguardavam nomeação.

O deputado cobrou ainda do GDF, que a nomeação de professores concursados, fosse tomada como prioritária, para a ampliação do quadro de servidores efetivos da Secretaria de Estado de Educação do DF (SEDF), com servidores concursados. Reivindicação essa, realizada pelo parlamentar, também nesse ano, na tribuna da CLDF, para reduzir o déficit de educadores rede pública de ensino.