PL 103/2019, do deputado Jorge Vianna, que assegura interprete de libras em unidades públicas de saúde, é aprovado na CLDF

200
Foto: Wilter Moreira

Por Evely Leão 

O Projeto de Lei de autoria do deputado Jorge Vianna, PL 103/2019, que assegura a presença de intérprete de Libras – Língua Brasileira de Sinais, nas unidades e órgãos de saúde da rede pública de DF foi aprovado em primeiro turno, na tarde desta terça-feira (02/04), e hoje (03/04) em segundo turno. O PL segue agora para sanção do governador Ibaneis Rocha (MDB).

De acordo com o PL, hospitais, Fundação Hemocentro de Brasília (FHB), Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), Centros de Atenção Psicossocial (CAPs) e Farmácias, devem assegurar aos usuários da rede pública de saúde, o acesso a intérpretes de Libras.

O deputado da saúde aponta que cerca de 100 mil pessoas possuem alto grau ou total incapacidade visual ou auditiva, com o intérpretes de Libras disponíveis nas unidades de saúde, certamente, irá facilitar o processo de atendimento e, principalmente, o diagnóstico dessas pessoas. Vianna acredita que a medida vai beneficiar cercar de 150 mil pacientes.