Pessoas gestantes, idosas, com deficiência ou em condições especiais podem ganhar utilização preferencial de elevadores

23
Foto: Reprodução da Internet

Se aprovado, regra deve abranger espaços públicos e privados

Por Kleber Karpov

O Projeto de Lei (PL) nº 530/2019, de autoria do deputado distrital, Jorge Vianna (Podemos), pode garantir a utilização preferencial de elevadores, em estabelecimentos públicos e privados. A priorização deve beneficiar pessoas gestantes, acompanhadas de crianças no colo, idosas, com deficiência física ou enfermidade que diminua a capacidade de locomoção, inclusive obesidade.

O deputado defende, ser comum em locais de grande circulação, a exemplo de shoppings, aeroportos, estabelecimentos de ensinos, dentre outros espaços, pessoas com dificuldade de locomoção, ter que disputar espaços com outras, em condição normal.

“É comum, vermos em shoppings, faculdades e até em órgãos públicos, por exemplo, pessoas que, nitidamente, têm restrições de locomoção, seja por estar grávida, por estar de muleta, se recuperando de um acidente, e vários outros casos, terem que disputar espaços nos elevadores. Então esse projeto de lei, tem por objetivo garantir que essas pessoas com dificuldade de locomoção consigam transitar, com mais facilidade, nesses espaços.”, aponta Vianna.

Gastos

O distrital, explica ainda que o PL não prevê adaptações ou exigências de construções de novos elevadores, mas estimula o senso crítico do cidadão. “Não é um projeto que vai demandar ao poder público ou a iniciativa privada a realização obras, ou construção de elevadores preferenciais. Se aprovado, a ideia é que tenhamos uma Lei que surta efeito pedagógico e desperte o senso crítico das pessoas com limitações físicas.”, explicou Vianna.