Após tiroteio em UBS da Estrutural deputado Jorge Vianna alerta para necessidade de segurança

81

Distrital lembra inovação do GDF em estender atendimento de diversas UBS até às 22 horas, que precisam ter garantia de segurança pública ou privada

Por Kleber Karpov

O deputado distrital, Jorge Vianna (Podemos), se manifestou na tarde desta terça-feira (5), na Câmara Legislativa do DF (CLDF), sobre um tiroteio, que ocorrera há poucas horas, na Unidade Básica de Saúde (UBS) da Região Administrativa Estrutural. O distrital manifestou alívio, pois não houve feridos, e apontou a necessidade de se garantir a presença de policiamento ou segurança privada, em unidades de saúde, sobretudo aquelas com horários estendidos de atendimentos.

Ao abordar o caso do tiroteio, Vianna observou que no local, marcas deixadas pelos projéteis, foram encontradas em paredes, pisos e mobiliários. O deputado se mostrou aliviado pois “graças a Deus, ninguém foi atingido”.

Vianna lembrou ainda, a ampliação por parte da Secretaria de Estado de Saúde do DF (SES-DF) que ampliou, para até as 22 horas, o atendimento de diversas UBS no DF. Muitas, segundo o parlamentar, situadas em locais perigosos. Na ocasião, o deputado pediu ao governo, que garanta a presença de policiamento ou de seguranças privados nessas unidades de saúde.

“Eu peço aos líderes que representam o governo ou o próprio governo, a secretaria de Saúde, que façam uma avaliação criteriosa nessas unidades que estejam aberta até as 22 horas e que consigam colocar a segurança pública ou privada. Tem muitas unidades que tem apenas um vigilante. Peço a gentileza ao Estado observe para que a gente não use essa tribuna para falar que houve morte porque não teve segurança pública.”, alertou Vianna.